Curso de Gestores – Educadores discutiram novas práticas para a construção de uma escola mais democrática com toda a comunidade

image_pdfimage_print

A abertura de espaço para os diferentes personagens da comunidade escolar foi um dos assuntos em pauta

Nesta quarta-feira (07) aconteceu o quarto e penúltimo encontro do Ciclo de Debates: Gestão democrática das escolas municipais, na E. M. São Cristóvão. Reuniram-se diretores, dirigentes e outros profissionais de educação interessados em discutir o tema “Colegialidade: os desafios de um conselho escolar e a participação praticada”. O propósito da iniciativa é contribuir com a qualificação dos gestores e aprofundar as discussões para a efetivação da democracia nas escolas junto à comunidade.

Durante o encontro, os educadores realizaram estudos fundamentados na leitura dos textos “As perspectivas de liderança nas escolas” e “A formação de uma cultura democrática na gestão da escola pública: analisando o discurso dos conselheiros escolares”. O objetivo foi discutir a colegialidade e os conselhos para que possam dar vozes e abrir espaços de expressão, diálogo e interação para outros personagens da comunidade escolar, como alunos, responsáveis, funcionários, o entorno da escola, entre outros.

Segundo o coordenador de Formação Continuada da Secretaria de Educação, Luiz Guilherme Scaldaferri Moreira, as discussões têm a finalidade de buscar questionamentos e reflexões, e não respostas prontas, uma vez que cada unidade escolar tem suas particularidades e seus pontos de vista únicos. “É  uma tentativa de provocação e inquietação para sair um da zona de conforto e refletir sobre novas práticas, dando uma visão para além do que estamos acostumados a trabalhar”, observou.

De acordo com Luiz Guilherme, os encontros são importantes para ampliar a participação da comunidade escolar. “Precisamos abrir a escola para a comunidade como um todo, para que ela não fique restrito aos profissionais de educação, como se estes fossem os únicos sabedores do que é a educação e do que os alunos necessitam. Então, a proposta é exatamente abrir o diálogo para entender e saber que sociedade e que comunidade escolar nós queremos construir”, explicou.

Para Daiane Aparecida de Souza Resende, diretora da Escola Municipal João Evangelista dos Santos, no Segundo Distrito, os conhecimentos adquiridos nos debates têm contribuído para o efetivo exercício democrático no cotidiano da unidade escolar que atualmente dirige. “O curso tem sido muito proveitoso, nos dando a possibilidade de analisar e avaliar as nossas práticas como gestor, engrandecendo o nosso conhecimento para uma gestão mais democrática. O diálogo com o conselho escolar é uma coisa que já temos colocado em prática, assim como as delegações de funções, onde todos podem e devem colaborar com as tomadas de decisões na escola”, afirmou a diretora.

O Ciclo de Debates é oferecido pela Secretaria Municipal de Educação (Seme) por meio da Coordenação de Formação Continuada em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A iniciativa conta com a orientação da Dra. Daniela Patti do Amaral, professora da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRJ e coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas dos Sistemas Educacionais (Gesed).

O quinto e último encontro acontece no dia 28 de novembro, das 9h às 13h, na Escola Municipal Maestro Rui Capdeville, situada na Avenida Adolfo Beranger Júnior, 1320, São Cristóvão.